18.3.08

usher ft young jeezy - love in this club

o que o polow disse relativamente a uma das outras músicas que produziu para o usher podia aplicar-se com facilidade à 'love in this club'. esta sempre me deu uma impressão voyeristica, especialmente com aqueles heys de apoio no refrão. e se a abordagem do polow ao trance-rnb é, no mínimo, um minar das expectativas, serve pelo menos para mostrar o quão benéfica é a ausência do nonsense do timbaland. (uma dúzia de audições depois, ainda não sei se gosto da 'dat girl right there')

por falar nisso, não me importei com uma das contribuições do danja para a banda sonora do step up 2, 'impossible' de alguém que se chama bayje. uma voz feminina e mais bpms (ou a impressão de) são uma coisa boa para este tipo de som (por muito que o álbum novo das danity kane tente provar o contrário).

2 comentários:

Ricardo Raínho disse...

O adjectivo mais apropriado que posso dar ao Polow é apenas um: desigual.

diogo disse...

sem dúvida, mas no seu melhor, acho actualmente ninguém lhe toca. quem é a competição? danja? shawty redd?

também é verdade que desde a rmx da fantasia ainda não fez nada verdadeiramente incrível. ainda não sei o que achar da 'party people' do nelly com a fergie.